13 setembro, 2007

Prudência e rigor (II)

Escrevi há dias que não ia comentar, sem dados seguros, o caso Madeleine. Mas "nunca digas nunca". Li hoje no Público uma pequena informação que me deixou perplexo. O casal demorou para aí uma hora a avisar a GNR, mas, entretanto, já tinha ligado à Sky News a dar a notícia. Isto poderá ser possível?

1 comentário:

José N. Azevedo disse...

Neste mundo são possíveis coisas muito piores do que essa. Mas seria interessante saber a quem ligaram e por que ordem. Se eu estivesse de férias em Inglaterra talvez não ligasse para a GNR de lá, mas ligaria sem dúvida para o número de emergência. E NÃO ligaria para nenhuma estação de notícias. Mas será que conheciam lá alguém que os poderia ajudar?
Especulações, especulações... São como a água benta: cada um toma a que quer, e são igualmente ineficazes.