26 agosto, 2007

Este menino é tão inteligente, dizia a família

Louçã é inteligente. Louçã gosta muito de ser inteligente. Louçã ainda gosta mais que toda a gente ache que ele é inteligente. Louçã é iluminado e tem cara e expressão de místico, é candidato a santo, não pode pecar. Louçã não tem sentido de humor e nada do que ele diz pode merecer a benevolência de que talvez seja apenas uma piada.

Louçã, segundo o último Expresso, afirmou, a propósito do acordo na CML, que "o que está em causa é saber se o BE deve estar proibido de fazer acordos com o PS. Se o não tivéssemos feito, por exemplo, no referendo do aborto, o país teria perdido".

Qual foi esse acordo sobre o aborto, que nunca dei por ele? Fizeram campanha conjunta, entraram com dinheiros em comum para a campanha, não houve cartazes distintos do PS e do BE? Ou limitaram-se ambos, mas separadamente, a apelar no mesmo sentido de voto? Em que é que o BE foi diferente do PCP, neste caso?

Fico a saber, se é que já não sabia, que o Louçã inteligente tem também uma característica muito vulgar nos nossos "inteligentes", o de pensarem que todos os outros são estúpidos. Desculpem lá, mas é coisa que não tolero, "não gosto, chateia-me, pá".

Nota - Fiz as contas aos comentários acerca do patético "post"de Miguel Portas em que ele se desculpa com a sua inexperiência da blogosfera. Descontando os seus próprios comentários, são 29 a apoiá-lo, 11 a criticá-lo. É claro que estes números não são significativos, mas apetece dizer que, neste país de brandos costumes, a tontice rende e "não se bate no ceguinho", mesmo que o Salazar tivesse sido cego. Sabem que isto justificou um duelo entre Antero e Ramalho, depois grandes amigos, a propósito de Castilho?

2 comentários:

Pézinhos n' Areia disse...

o ministro "gago" também diz que a banca não pretende ganhar dinheiro com o financiamento aos estudantes do Superior. Mais: --- que o objectivo da Banca é aumentar o nível de Excelência no país.
Não acha que estão a falar para nós, como se fôssemos uns enormes idiotas ?
Note-se, sou a favor de apoio financeiro aos estudantes. Mas daí até dizer que a banca não pretende lucros,... é preciso ter muita lata.
Basta fazer contas, do que se pede, e do que se pagou, no final de vigência do contrato.
Compre 1, pague 3.
enfim ...:-(

JVC disse...

Também desse a família sempre disse que era um rapazinho muito inteligente. E bonito e prendado, falando bem, o que fazia os amigos de família dizerem que "quem fala assim não é gago".