20 outubro, 2008

Universidade de Nobeis

Uma pequena notícia no DN de hoje:
O ex-presidente do BCP Paulo Teixeira Pinto defende que Portugal deveria apostar em colocar uma universidade no topo dos rankings internacionais das melhores instituições de ensino superior, "bastando" para isso contratar vários Prémios Nobel. "O conceito não é uma universidade portuguesa para portugueses, seria uma universidade em Portugal para o mundo", disse à Lusa Paulo Teixeira Pinto, que tinha já defendido a mesma ideia numa entrevista recente ao DN. Na visão do antigo docente universitário, essa universidade teria capacidade de "atracção de talentos, de cérebros, os melhores investigadores. Independentemente dos países onde estejam". Para Paulo Teixeira Pinto, deviam procurar-se "os melhores entre os melhores de todas as áreas do saber", entre os quais alguns Prémio Nobel. "Um Prémio Nobel custa menos que um razoável jogador de futebol." "Não me parece uma tarefa impossível".
Concordo no essencial, embora não veja muito bem o que é que Portugal pode oferecer como atracção a um Nobel. Em todo o caso, isto não se afasta muito da proposta que fiz há anos a um grande grupo empresarial português. Mas o que pensava sobre isto Paulo Teixeira Pinto quando presidia ao BCP? Como é fácil dizer “bocas” quando se está na reforma dourada!

2 comentários:

PJ disse...

Paulo Teixeira Pinto tem tentado fazer uma verdadeira operação plástica radical à sua imagem de homem conservador, ligado à Opus Dei (OD). Agora é poeta, pintor e editor, tendo abandonado a OP. Se a mudança é genuína nada a opor. Como costumo dizer, todos nós poderemos percorrer a nossa estrada de Damasco.

fernando disse...

Eu pessoalmente gosto destas ideias, já que a prata da casa só tem promovido a incompetência e o acefalismo

veja-se quantos docentes e investigadores portugueses tem ganho o tal prémio do "estimulo á excelência", promovido pela FCT. Meia dúzia deles. Há por aí muito Professor Associado que não tem sequer um único artigo publicado numa revista cientifica internacional.É patético.

Aliás, os Professores Catedráticos que participaram nos júris que promoveram esses docentes, deviam ser chamados á pedra. Eu pessoalmente acho que o curriculo profissional de todos os docentes universitários, ou pelo menos dos Professores Coordenadores, Associados e Catedráticos, devia ser colocado online.

Mas sobre a referida noticia quero também acreditar que o Sr. Paulo Teixeira Pinto, está tão imbuido de espirito evangélico, que irá pessoalmente convencer os seus antigos pares da banca a financiar essa operação.

Ou será que ele estava a pensar no Orçamento de Estado ?

Vamos lá a esclarecer algo de relevo. Quantas Cátedras é que o ex-Banco dele financia actualmente ?

Lamentavelmente o PTP, é apenas mais um daqueles, que enriqueceram á custa da falência de muitos portugueses.

Aliás se ele fosse coerente oferecia-se para pagar a esse prémio Nobel (como forma de lavar o seu passado na banca), ou ele será que ele não recebeu uns largos milhões de euros de compensações que lhe dão para isso e muito mais.